quarta-feira, 15 de abril de 2009

Girassóis



(...) beleza perfeita, um girassol! uma tranqüila e girassol existência
excelente e perfeita! um olho doce natural para a melancolia da lua nova, desperto vivo excitado
sacando no crepúsculo sombra a brisa mensual de ouro aurora! (...)

Allen Ginsberg

3 comentários:

Job disse...

Tanta beleza,magia e encanto em uma flor tão simples e até há pouco tempo não tão valorizada... Ela inspira e irradia, alegria e calor... E viva os girassóis!

Beleza, magia,encanto, simplicidade, inspiração e calor em seus dias!

Forte abraço.

André Flausino disse...

Verdade! E Ginsberg a traduz com rara sensibilidade!

A você também, meu amigo, toda a energia contagiante dos girassóis!

[ ]'s

Binho Jumper disse...

O que dizer sobre os girassóis? Sua cor intensa, violenta, aguda até a estridência. O amarelo, luz de ouro, tem o valor de esmeraldas. O amarelo é a cor da terra fértil. É o brilho do sol, que aquece, e traz vida e energia. O amarelo é a cor da eternidade, como o ouro é o metal da eternidade. Os girassóis são plantas puras, VIVA, transmitem a paz e a energia necessária para uma vida tranquila e harmoniosa.O amarelo tem uma tal tendência ao claro que não pode haver
um amarelo muito escuro. Magnífico seria, renovar as cores da anatomia humana. Um coração amarelo, um sangue dourado... uma linda clara e um caminho tranquilo... Abração